terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Guardo-te


Guardo-te comigo, guardo-te junto dos meus nadas tão perfeitamente alinhados, guardo-te naquela caixa escondida debaixo da cama, naquela pulseira gasta, naquela que toquei tantas vezes quando precisei de um abraço, de uma palavra tua. Guardo-te no meu coração tão remendado, tantas vezes remendado, por ti e tantas vezes rasgado, por ti. Lembro-me de ti, em cada passo, em cada palavra, em cada recordação, cada vez que olho para o mar. O mar, também te guardo no mar, no seu azul tão perfeito, apesar de estares tão longe de mim como a linha do horizonte. Irei para sempre guardar-te comigo, “a amizade verdadeira nunca acaba”. Eu estarei sempre aqui para ti. Guardo-te.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

Take it


Este ano que passou a mil a hora foi um daqueles anos em que parei o tempo para pensar, reflecti sobre decisões, atitudes e até a minha própria maneira de pensar. Fiz um grande inventário de como sou e decidi como quero ser. Mudei de uma forma estrondosa e em pouco mais de uns meses a minha mudança parecia cada vez mais notada. Sinto-me feliz, calma, tranquilizada, sou mais sensata, e penso antes de agir, reflicto sobre mim e sobre os outros, tento arranjar a melhor maneira de ser nas alturas de maior pressão ( que nestes últimos tempos têm sido mais do que esperava). Sinto-me agora feliz por esta nova faceta a quem chamo a minha nova “companheira”, isto tudo porque agora a minha consciência alerta-me. Agora percebo mais do que nunca o que os erros nos fazem, e podia até pensar que seria fácil esta mudança, mas sem viver as minhas próprias experiencias nunca irei mudar para mim e por mim. Obrigada por me teres ajudado, me teres feito ver o caminho, antes não foi necessário, mas agora foi mais que preciso. Foi essencial.

sábado, 3 de dezembro de 2011

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Old times


Concordo

Verdadeiro significado da amizade <3

terça-feira, 22 de novembro de 2011

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Algum dia *


"Se algum dia sentires saudades minhas, lembra-te que foste tu que me deixas-te ir embora."

domingo, 13 de novembro de 2011

So true.


Maybe.




Você ja parou para pensar que talvez você já

não ame mais aquela pessoa? Que talvez você

só ame as memórias que viveu com ela?



segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Learn


Perdoar é algo que torna o humano mais forte, mais único, errar é tão humano que o perdão é o seu contrário e quem sabe perdoar sabe errar assim como quem não sabe perdoar erra a dobrar. Todos nós agimos alguma vez na vida a quente, sem pensar, sem ponderar as consequencias, todos nós um dia erramos. O erro não é algo que te prenda ao passado, apenas é a chave para o sucesso no futuro.

sábado, 5 de novembro de 2011

4 anos.


4 anos.
Tenho saudades tuas, dos momentos que passavamos, de seres o unico que me conseguia animar, dos risos, das musicas indianas, das parvoices, de estares sempre ali para mim e eu para ti. Obrigada por tudo. Foste o meu  Melhor Amigo. Nunca na minha vida vou substituir-te. Saudades tuas Porquinho.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Quem sou *


Sou uma pequena construção que se foi fortalecendo e tornando-se cada vez maior. Uma compilação de momentos, memorias, alegrias, tristezas, obstáculos e facilidades. Um caminho longo com muitos buracos, pedras e até muros pelo seu percurso, mas sempre dando a oportunidade de escolha, sou isso, sou todas as escolhas que tomei, todos os erros que cometi, todas as vezes que acertei e todas as vezes que errei, sou agora uma combinação do meu passado e o barro a moldar no meu futuro. Sou um pouco de todas as pessoas que passaram por mim, com elas aprendi o bom e o mau de sermos outro, de sermos diferentes, sou a convivência de mundos distintos que se opõem e se unem de ma forma tão minha. Sou a escolha de pequenos resumos de grandes momentos que me tocam a alma, a alma que na sua essência é de uma calma tão vasta quanto o oceano. Sou o sítio onde vivo, amante da natureza e do mundo que me rodeia, sou a curiosidade daquilo que é tão vasto e contínuo, o pensamento que se situa em mim e nos outros em simultâneo. Sou aquela pessoa que gostei no passado e a pessoa que gosto de ser no presente, gostarei de mim no futuro, pois tenho sempre a opção de escolha das minhas atitudes e das minhas decisões.





sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mesmo triste!

Triste é viver uma mentira, triste é acreditar numa frase feita sem nada que nos identifique nela. Triste é apenas ser como tu, que falas como se soubesses deste mundo e do outro, como se soubesses metade do que sou ou do que acredito. Deprimente é ver o teu sorriso tão falso de felicidade fingida, desenhada ao detalhe para parecer real. Deprimente é tentar ser superior ao que não se pode, mas mesmo assim insististes em testar-me ao limite, em saber, quando vou explodir. Pois minha cara, não vais lá chegar nem nos teus sonhos, porque quando tu tentas-te ser o que não és, já eu te tinha topado a milhas.
Bye.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Castelo *



Eu um dia fui só mais uma a passar, só mais uma pessoa a sorrir, um dia os meus passos foram só mais uns, vazios, no nos longos passeios da vida. Hoje a minha presença é notada, o meu sorriso é sinal de força, os meus passos são cheios de uma história, de uma vida passada e presente, cheios de força, de sonhos e de expetativas. Hoje o que sou marca todo um caminho de obstáculos que ultrapassei, já como dizia Fernando Pessoa "Pedras no caminho? Guardo-as todas um dia vou construir um castelo", eu construí e vou construindo o meu própio castelo. E tu?

domingo, 25 de setembro de 2011

História *



"Quando falamos de história, temos o costume de nos refugiar no passado. É nele que se pensa encontrar o seu começo e o seu fim. Na realidade, é o inverso: a história começa hoje e continua amanhã" - D. N. Marinotis

sábado, 24 de setembro de 2011

Mentira*

"A maior mentira é a verdade que guardamos para nós"

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Desafios *



Entraram na minha vida e viraram-na do avesso

Amigos (L)

domingo, 8 de maio de 2011

Camera *



My life

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Changes *

As mudanças estão a acontecer

Mas tu permaneces (L)

sábado, 30 de abril de 2011

Ty *

Obrigada por estarem sempre aqui <3

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Vazio *



O amor é tão cheio de tanta coisa, De cumplicidade, de carinhos, de abraços, de sorrisos, de segredos. Deixa-me tão cheia de coisas na mente, o teu rosto, o teu sorriso, o teu olhar. Deixa-me completamente inundada pelo teu ser, pela tua maneira de falar, pela tua meiguice, pelo teu afecto. Mas quando foste, quando o amor se foi, acabou tudo, e no teu lugar fiquei cheia de um vazio, cheia de uma dor no peito. Se amar é sentir-me tão cheia de felicidade, e se não te amar é sentir tão cheia de dor, o que quererá isto dizer? Se em vez de pensar em mim só penso em ti, como estás, o que estás a fazer, será que estás com ela. Quero tapar este buraco, este escuro no meu peito, e livrar-me de ti. Para poder de novo o encher, com ou sem ti, meu pequeno segredo.

sábado, 16 de abril de 2011

Fim*


Um dia hei-de sentir no peito que é o fim

e nesse dia

As palavras que sairem serão as que lhe vou dizer *

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Camera *

Diz tudo (L

sábado, 12 de março de 2011

A amizade de Maridas


Dizem que a amizade verdadeira é tão forte que nunca acaba, que é um sentimento tão único que não há igual e dizem que os verdadeiros amigos são aqueles que estão lá sempre... Concordo... Podemos estar afastadas, sozinhas até, mas não sei como sempre que estou mal apareces tu, uma mensagem, um telefonema, um olá... Faz toda a diferença... Lembro-me de te chamar melhor amiga e de gostar de ti como uma irmã e de pensar que nunca te iria abandonar... Lembro-me dos dias em que não falavamos, dos dias em que desesperadamente chorava sem saber de ti... Precisava de ti, do teu sorriso engraçado que eu nunca conheci... Precisava da tua maneira unica de me completares... Nunca me abandonas-te e eu sei que serás sempre a minha Marida, mesmo que te tenha chamado isso com 15 anos, passados 3 anos continuas a ser como uma irmã e continuas-me a completar como ninguem... Porque aquilo que eu sou hoje não o seria sem te conhecer, porque não existem muitas Carlas como tu, nem muitas amigas assim... Porque mesmo que os nossos destinos continuem a ser paralelos eu sei que posso sempre olhar por ti e tu por mim...

Obrigada pelo dia de ontem, o de hoje e o de Amanhã

Querida Marida *

quinta-feira, 3 de março de 2011

Vem e vai...


Só queria mais tempo para o dia de hoje, de amanha e depois, para todos aqueles dias em que vou no autocarro a olhar para a janela sem ver nada... Só o sol, a sua luz a vir e a ir, vezes e vezes sem conta, por entre as arvores, pelas casas, pelos muros, por todos os obstáculos. Esses dias fazem-me pensar, reflectir até. Como é possivel eu estar aqui a queixar-me do tempo? Dos testes, dos trabalhos das chatices do dia-a-dia? Bem não sei... Mas sei que devia aproveitar mais o meu tempo, parar e olhar para o céu, para o sol, as nuvens e os seus desenhos tão perfeitos que nos fazem sonhar, pelo menos a mim fazem-me sonhar. Quando somos pequenos e nos dizem que alguém morreu dizem que foram para o céu e que se tornaram estrelinhas, as mais brilhantes do céu, tudo para não terem que explicar ou até conjugar o verbo morrer. Mas quando crescemos e alguém morre nós sabemos o que isso é, a principio sente-se um vazio, um vazio estranho, um vazio que te trespassa o coração, destroi-o, mata-o, depois as lágrimas caem sem controlo ou consolo da tua dor, choras, gritas, soluças, entras em pânico, e de repente conjugas o verbo morrer a toda a gente a seguir ao nome da pessoa que desapareceu. Passado um ano não consegues conjugar o verbo morrer a seguir a esse mesmo nome, porque? Porque a tua mente constroi a vida dessa mesma pessoa na tua mente. Estranho han?
Nos dias em que vou no autocarro a olhar para a janela sem ver nada... Só o sol, a sua luz a vir e a ir, vezes e vezes sem conta, por entre arvores, pelas casas, pelos muros, por todos os obstáculos, Esses dias fazem-me pensar em ti...

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Apaga a luz...


Apaga a luz, quero dormir acordada, abrir os olhos e só ver o escuro, imaginar, sonhar, acreditar, quero acordar deste pesadelo e tranforma-lo no maior dos sonhos... A luz da noite entra pela janela, sinto-te aqui comigo, não quero acordar, o reflexo da lua faz-me lembrar a luz da tua presença, quando olho para ela vejo os teus olhos, grandes e brilhantes...Porque partis-te assim? Sem deixar rasto na estrada apenas no meu coração? Pergunto por ti ao mundo e ele não sabe quem és... Secalhar és fruto da minha imaginação, secalhar és um segredo só meu que vive em mim... e que fugiu, para não mais voltar... Porque um dia a dor era tanta no meu peito que não a conseguiste apagar... Não tenho medo do escuro... As sombras são pura imaginação... Tenho medo da luz... As pessoas não são pura imaginação...


Dedico-o a ti Gatinha... Até um dia*

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Feliz dia dos Namorados




Feliz dia dos Namorados
Tanto para os apaixonados como os solteiros
(L'


segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A vida é...


A vida é curta, a vida passa rápido, a vida não presta, a vida é linda, a vida é uma monotonia, a vida é inesperada, a vida é realista, a vida é surreal, a vida é dois dias... E eu quero vive-los ao máximo, a vida é um palco e nós somos perssonagens, a vida é um campo de batalha do qual nunca sairás vivo, a vida é uma experiencia de tentativa e erro, a vida é uma longa viagem pelo teu interior, a vida é o tempo que tens para viver no planeta terra... E depois? O que vem a seguir?

domingo, 23 de janeiro de 2011

Nova Maquina fotográficaaa!!!!



(Aqui tá uma fotografia que eu tirei com a minha nova máquina)


É simplesmente único ter tanta liberdade naquilo que mais adoro fazer, tirar fotografias, agora é mesmo maravilhoso e ainda mais viciante...